Escolha uma Página

LIBER NV

SVB FIGVRA XI

 

 

Publicação em Classe D
(Para vencedores da Ordália X)

Imprimatur: 
V. V. V. V. V.
Na Fra. A.·.A.·.

O. M. 7=4

Tradução: Frater EVER a.k.a. Marcelo Ramos Motta

000. Este é o Livro do Culto do Infinito Externo.

00. O Aspirante é Hadit. Nuit é a infinita expansão da Rosa; Hadit a infinita concentração da Cruz. (Instrução de V.V.V.V.V.)

0. Primeiro que o Aspirante aprenda de cor o Primeiro Capítulo do Livro da Lei. (Instrução de V.V.V.V.V.)

1. Adora, i. e., identifica-te com, Khabs, a Luz secreta dentro do Coração. Dentro disto, novamente, inextenso está Hadit

Esta é a primeira prática de Meditação (ccxx. I. 6, 21).

2. Adora e compreende a fímbria da Estela de Revelação.

“Acima, o enfeitado azul,
É de Nuit o esplendor nú
Curvado em prazer taful;
Hadit secreto é beijado.”

Esta é a primeira prática de Inteligência (ccxx. I. 14).

3. Evita qualquer ato de escolha ou discriminação. 

Esta é a primeira prática de Ética (ccxx. I. 22).

4. Considera de seis e cinquenta que 50 + 6 = 0.12.
   0 a circuferência, Nuit.
   . o centro, Hadit.
   1 a unidade procedente, Ra-Hoor-Khuit.
   2 o mundo de ilusão.
   Nuit, portanto, compreende Tudo em Nada.
   Também 50 + 6 = 5 + 6 = 11, a chave de todos os Rituais.
   E 50 x 6 = 300, e Espírito da Criança dentro.
   (Note-se Nϝιϛ = 72, e Shemhamphorash e os Quinários do Zodíaco, etc.)

Esta é a segunda prática de Inteligência (ccxx. I. 24, 25).

5. O Resultado desta Prática é a Consciência da Continuidade de Existência, a Omnipresença do Corpo de Nuit.
Em outras palavras, o Aspirante está consciente apenas do Universo Infinito como um Ente único. (Note-se para isto a importância do Parágrafo 3. Ed.)

Esta é a primeira Indicação da Natureza do Resultado (ccxx, I. 26).

6. Medita sobre Nuit como a Contínua resolvida em Nada e Dois como as fases de seu ser.
(Pois o Universo sendo auto-contido, deve ser capaz de se expressar através da fórmula (n – n) = 0. Pois se assim não fosse, expressemo-lo pela fórmula n – m = p. Isto é, o Infinito move-se de outra maneira que dentro de si mesmo, o que é um absurdo. Ed.)

Esta é a segunda prática de Meditação (ccxx, I. 27).

7. Medita sobre os fatos de Samadhi em todos os planos, a produção de calor em química, alegria em história natural, Ananda em religião, quando duas coisas se unem para se dissolverem em uma terceira.

Esta é a terceira prática de Meditação (ccxx, I. 28, 29, 30).

8. Que o Aspirante preste o máximo de reverência à Autoridade da A∴A∴, e siga as Suas instruções, e que ele jure um grande Juramento de Devoção a Nuit.

Esta é a segunda prática de Ética (ccxx, I.32).

9. Que o Aspirante se cuide da mínima exerção da sua vontade contra outro ser. Assim, deitado é uma posição melhor que sentado ou em pé, pois que opõe menos resistência à gravitação. Entretanto, seu dever primordial é para com a força mais próxima e mais potente; e.g., ele pode erguer-se para receber um amigo.

Esta é a terceira prática de Ética (ccxx, I.41).

10. Que o Aspirante exerça sua vontade sem a mínima consideração por qualquer outro ser. Esta orientação não pode ser compreendida, muito menos executada, até que a prática prévia tenha sido perfeitamente conquistada.

Esta é a quarta prática de Ética (ccxx, I. 42, 43, 44).

11. Que o Aspirante compreenda que estas duas práticas são idênticas.

Esta é a terceira prática de Inteligência (ccxx, I. 45).

12. Que o Aspirante viva a Vida Bela e Agradável. Pois esta liberdade ele conquistou. Mas que cada ato, especialmente de amor, seja dedicado inteiramente à sua verdadeira amante, Nuit.

Esta é a quinta prática de Ética (ccxx, I. 51, 52, 61, 63).

13. Que o Aspirante aspire por Nuit sob as estrelas da Noite, com um amor dirigido por sua Vontade Mágica, não meramente procedendo do coração.

Esta é a primeira prática de Arte Mágica (ccxx, I.57).

14. O Resultado desta Prática na vida subsequente do Aspirante é enchê-lo de alegrias inimagináveis: dar-lhe certeza sobre a natureza do fenômeno chamado morte, dar-lhe paz inalterável, descanso e êxtase.

Esta é a segunda Indicação da Natureza do Resultado (ccxx, I.58).

15. Que o Aspirante prepare um incenso de madeiras resinosas e gomas, de acordo com sua inspiração.

Esta é a segunda prática de Arte Mágica (ccxx, I. 59).

16. Que o Aspirante prepare um Pantáculo, como segue.
Inscreva um círculo em um Pentagrama sobre um campo, quadrado ou de qualquer outra forma conveniente, à sua escolha. Que o círculo seja escarlate, o Pentagrama negro, o campo azul-real cravejado de estrelas douradas.
Dentro do círculo, como seu centro, será pintado um sinal que será revelado ao Aspirante por Nuit Ela Mesma.
E este Pantáculo servirá como uma Imagem Talismática, ou como um Eidolon, ou como um Foco para a mente.

Esta é a terceira prática de Arte Mágica (ccxx, I. 60).

17. Que o Aspirante ache um lugar solitário, se possível um lugar no Deserto de Areia, ou se não, um lugar não-frequentado, e sem objetos que distraiam a vista. Tais são charnecas, pântanos, o mar aberto, rios largos, e campos abertos. Também, e especialmente, os cumes de montanhas.
Que ele ali invoque a Deusa qual ele tenha Sabedoria e Compreensão para fazer. Mas que esta Invocação seja a de um coração puro, i. e., um coração totalmente dedicado a Ela, e que ele se lembre de é Hadit Ele-Mesmo no lugar mais secreto de que seu coração invoca. Então, que esta serpente Hadit rebente em flama.

Esta é a quarta prática de Arte Mágicka (ccxx, I. 61).

18. Então virá o Aspirante quedar-se um pouco no seio d’Ela.

Esta é a terceira Indicação da Natureza do Resultado (ccxx, I. 61).

19. Que o Aspirante se ponha de pé na  fímbria de um precipício, em ato ou em imaginação. E que ele imagine e sofra o medo de cair.
Em seguida, que ele imagine com este auxílio que a Terra esta caindo, e ele com ela, ou ele dela; e considerando a infinidade do espaço, que ele excite o medo dentro de si mesmo ao ponto do êxtase, de fomra que o mais pavoroso sonho de queda que ele jamais experimentou nada seja em comparação com isto.

Esta é a quarta prática de Meditação (Instrução de V.V.V.V.V.).

20. Assim tendo compreendido a natureza desta Terceira Indicação, que ele em seu Rito Mágico caia de si mesmo para dentro de Nuit, ou expanda dentro d’Ela, como sua imaginação pode compeli-lo.
E naquele momento, desejando seriamente o Beijo de Nuit, que ele dê uma partícula de pó, i. e., que Hadit se dê a si mesmo por completo a Ela.

Esta é a quinta prática de Arte Mágicka (ccxx, I. 61).

21. Então ele perderá tudo naquela hora.

Esta é a quarta Indicação da Natureza do Resultado (ccxx, I. 61).

22. Que a Aspirante prepare uma canção de raptura amorosa para a Deusa, ou que ele seja inspirado por Ela para este fim.

Esta é a sexta prática de Arte Mágica (ccxx, I. 63).

23. Que o Aspirante esteja vestido em uma vestimenta única. Um “abbai” escarlate bordado a ouro é muito apropriado (O abbai é semelhante ao quimono japonês. Deve cair simplesmente sobre o peito sem cinto ou outro fecho. Ed.)

Esta é a sétima prática de Arte Mágicka (ccxx, I. 61).

24. Que o Aspirante use um rico diadema. Uma coroa de ouro adornada de safiras ou diamantes com uma boina-suporte de azul-real, ou nemes, é muito apropriada.

Esta é a oitava prática de Arte Mágicka (ccxx, I. 61).

25. Que o Aspirante se adorne de muitas joias quais ele possua.

Esta é a nona prática de Arte Mágica (ccxx, I. 63).

26. Que o Aspirante prepare um Elixir ou libação tal como ele tenha perspicácia para preparar.

Esta é a décima prática de Arte Mágica (ccxx, I. 63).

27. Que o Aspirante invoque, jazendo em posição supina, seu robe estendido como se fosse um tapete.

Esta é a décima primeira prática de Arte Mágica (Instrução de V.V.V.V.V.).

28. Sumário. Preliminares.
Estas são as posses necessárias.

  1. A Coroa ou diadema.
  2. As Joias.
  3. O Pantáculo.
  4. O Robe.
  5. A Canção ou Incantação.
  6. O Lugar de Invocação.
  7. O Perfume.
  8. O Elixir.

29. Continuação do Sumário. Preliminares.
Estas São as compreensões necessárias.

  1. As Naturezas de Nuit e Hadit, e a relação entre eles.
  2. O Mistério da Vontade Individual.

30. Continuação do Sumário. Preliminares.
Estas são as meditações que é necessário executar.

  1. O descobrimento de Hadit no Aspirante, e a identificação com Ele.
  2. A Contínua.
  3. O Valor da Equação n + (- n).
  4. Cremnophobia.

31. Continuação do resumo. Preliminares.
Estas são as Práticas Ética a serem cumpridas.

  1. Asserção do ponto de vista de Kether.
  2. Reverência à Ordem.
  3. Abolição da vontade humana.
  4. Exerção da verdadeira vontade.
  5. Devoção a Nuit através de uma vida embelezada.

32. Continuação do Sumário. O Rito Mesmoi.

  1. Retirar-te ao deserto com a coroa e outras insígnias e implementos.
  2. Queima perfume.
  3. Cantar incantação.
  4. Beber a Nuit do Elixir.
  5. Deitado em posição supina, com os olhos fixos nas estrelas, pratica a sensação de cair no nada.
  6. Estando já dentro de Nuit, que Hadit se entregue.

33. Sumário concluído. Os Resultados.

  1. Expansão da consciência àquela do Infinito.
  2. “Perda de tudo”, a mais alta consecução mística.
  3. Verdadeira Sabedoria e Felicidade Perfeita.

Fonte

error: